Nasceu Isaac: O menino Isaac veio ao mundo após conflito e confusão.

1
235

Foto: Rede social

Na noite desse sábado(14/08), por volta das 20:00 horas a paciente nome “Isabela Cabral” acompanhada do seu esposo Humberto Nunes compareceram ao Hospital Municipal Manoel Carola em Ponto de Cacimbas-SFI.
Segundo o esposo, eles procuraram o hospital para que fosse feito algum tipo de procedimento para o trabalho de parto, devido a gestante está sentindo muitas dores, a pacientes foi recebida pela Dra. Karla Kissila.

O esposo da paciente solicitou que fosse feito uma transferência para Campos, onde seria feito o procedimento, segundo ele, iniciou-se uma confusão entre médica, paciente e funcionários do hospital.
O procedimentos para transferência da paciente para Campos, havia sido iniciado, onde criou-se uma situação de revolta e iniciaria a confusão, a Polícia Militar foi chamada ao local para tentativa de acalmar os ânimos.
A paciente foi levada para o hospital Plantadores de Cana em Campos.
Após uma cirurgia cesariana, a criança com nome Isaac, nasceu na maternidade do hospital Plantadores de Cana.

Foto : Print do vídeo

A assessoria de comunicação da prefeitura publicou uma nota:
“A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Francisco de Itabapoana (SFI) vem a público informar que no final da noite de sábado(14), tomou conhecimento de um grave e lamentável incidente envolvendo servidores do Hospital Municipal Manoel Carola (HMMC) durante o trabalho de atendimento a uma gestante.
Imediatamente promoveu a coleta de informações preliminares e diante da gravidade dos fatos determinou o imediato afastamento dos servidores envolvidos e providenciou o encaminhamento deles à 147ª Delegacia de Polícia (DP/SFI) para a abertura de inquérito policial visando a apuração de eventuais crimes praticados.”

Nos últimos anos o poder Público Municipal tem se notabilizado pelos investimentos que elevaram consideravelmente a estrutura da Rede Pública de Saúde e a valorização dos profissionais e qualificação do atendimento à população são partes fundamentais desse processo, dessa forma, incidentes como o ocorrido no último sábado são inadmissíveis e, portanto, deverão ser apurados com o rigor necessário por parte da SMS e da autoridade policial.

Por fim, a SMS informa que está prestando o acompanhamento à paciente e seus familiares e em respeito ao direito do contraditório e ampla defesa, aguardará a conclusão do inquérito policial para adoção de novas providências.

O pai do recém-nascido, informou em uma entrevista a rádio local que o processo foi protocolado e aguarda decisão do Ministério público.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui