Centro de Campos terá barreiras sanitárias. Saiba quais locais terão a circulação proibida!

0
49

Depois de anunciar que o comércio continuará fechado nesta semana, a Prefeitura de Campos adotou uma nova medida rígida para combater o avanço do coronavírus. Um novo decreto publicado na noite desta segunda-feira (5) proíbe a circulação de pessoas e veículos em diferentes locais da área central. Segundo a publicação, barreiras sanitárias irão fazer o controle da movimentação na região. A medida já vale a partir desta terça-feira (6).

De acordo com o decreto, não poderá haver movimentação nos seguintes locais: Praça São Salvador, Calçadão Boulervard Francisco de Paula Carneiro, cruzamento da Rua José Alves de Azevedo (Beira-Valão) com a Rua Siqueira Campos, Rua Tenente Coronel Cardoso com Rua José Alves de Azevedo, Rua José Alves de Azevedo, com Rua Gil de Góes, Av. Dr. Hélio Póvoa, com Rua Gil de Góes, Av. XV de Novembro, com Rua Barão do Amazonas, Av. XV de Novembro, com Rua Paul Percy Harris, Av. XV de Novembro, com Rua Governador Teotônio Ferreira de Araújo, Av. XV de Novembro, com Rua dos Andradas, Rua Marechal Floriano, com Rua Saldanha Marinho, Rua Marechal Floriano, com Rua Santa Efi gênia, Rua Marechal Floriano, com Rua João Pessoa, Rua Marechal Floriano, com Av. Sete de Setembro, Rua Marechal Floriano, com Rua Vinte e Um de Abril.

Ainda segundo a prefeitura, fica autorizada a circulação de veículos de propriedade de moradores, bem como daqueles que residem nas áreas bloqueadas, desde façam prova dessa condição. Fica autorizado o trânsito de pessoas nas ruas bloqueadas, desde que comprovem que o deslocamento ocorre em razão do recebimento de créditos junto às agências bancárias ou acesso aos estabelecimentos cujo funcionamento é permitido.

Já com relação a quem está indo para o local de trabalho, os profissionais terão que comprovar por meio de Carteira de Trabalho, funcional, crachá, contrato de trabalho ou qualquer outro documento que mostre que o deslocamento acontece por causa da atividade profissional.

A chefe da Vigilância Sanitária, Vera Cardoso de Melo, falou sobre a importância da nova medida. “A instalação destas barreiras para evitar a circulação neste quadrilátero da área central é necessária para reduzir a circulação de pessoas. Desta forma, conseguiremos diminuir a transmissão do vírus e, consequentemente, o número de internações e mortes no município”, informou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui