Ex-prefeito de Bom Jesus Roberto Tatu deixa dividas aos cofres públicos

0
27

Dando liberdade a transparência, o recèm prefeito Paulo Sergio Syrillo, ao assumir o mandato em 1º de janeiro de 2021 da nova gestão do Município de Bom Jesus do Itabapoana recebeu a Prefeitura em estado de calamidade financeira.

As dívidas recebidas pela atual gestão ultrapassam R$ 46 milhões.

Restos a pagar de exercícios anteriores: R$ 10.253.256,39
(Fonte: Contabilidade da Prefeitura Municipal – Sistema Contabilidade Pública SCPI_8)

Dívida com o PASEP: R$ 291.752,27
(Fonte: Portal E-CAC – Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal)

Dívida com o FGTS: R$ 231.159,71
(Fonte: Tesouraria da Prefeitura Municipal, conforme Guia de Recolhimento)

Dívida em Precatórios: R$ 811.624,33
(Fonte: Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro – TJ-RJ)

Dívida com o INSS: R$ 34.962.508,17
(Fonte: Receita Federal e Procuradoria Geral da Fazenda Nacional)

Total: R$ 46.550.300,87

Tem-se ainda o valor de R$ 5.335.137,00, de dívidas não-processadas, de acordo com o levantamento da Secretaria Municipal de Finanças de Bom Jesus do Itabapoana.

Fonte/Cortesia:
#PrefeituraMunicipalBomJesusDoItabapoanaRJ
#PMBJI
#BomJesusdoItabapoanaRJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui